RSS

Esta pagina é para quem gosta de comer e de cozinhar e porque você não experimenta um dos pratos,e se deixar levar pelos aromas e sabores >> obrigado por sua visita> se tiver duvidas escreva para cozinha-mario@hotmail.com

Bolo natal todos os dias

 Pois é meus amigos o natal esta ai e com ele muita correria, muitas prendas para se comprar e muitos amigos-ocultos, muita comida e doces para preparar...por isso trouxe-vos a receita de bolo de Natal da minha avó, que já é mais que tradição na minha família.
O bolo deve ser feito um mês antes, embrulhado em papel de prata e guardado numa caixa, mas eu penso que não há problemas em fazê-lo mais tarde, até porque eu só o fiz ontem.lol lol mas tenho a certeza que vão adorar ele a sim verdade a decoração só deve ser feita no dia que vai o botar para a mesa claro


Ingredientes
250g de açúcar
250g de farinha
250g de manteiga
1 chávena de chá de açúcar queimado
100g de uva passa
100g de amêndoas
100g de nozes
1 cálice de vinho do Porto
2 colheres de chá de canela em pó
2 colheres de chá de fermento em pó
Essência de baunilha q.b.
100g de fruta cristalizada, cortada aos pedacinhos

Modo de fazer
Bate-se a manteiga com o açúcar até ficar branco e bem cremoso. Juntam-se os ovos, um a um e por último vai-se juntando a farinha peneirada e misturada com o fermento. Tem-se já uma chávena de açúcar queimado, que se vai juntando com o vinho do Porto, que se acrescenta lentamente à massa, assim como a canela e a baunilha.
Mexe-se tudo muito bem e no fim deita-se a fruta, que já deve estar envolvida em farinha. Vai ao forno numa forma bem untada e deve ser cozido em forno muito lento.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comentários:

Lylia disse...

Bom dia, Mário,
Fiquei curiosa para saber o que seria açúcar queimado. O bolo me pareceu delicioso.
Obrigada pela atenção,
Lylia

Na cozinha com Dom Mário disse...

bem Lylia 1 muito obrigada pela sua pergunta e açúcar queimado pode ser feito a sim A proporção de água
A proporção de água e açúcar é importante para determinar a espessura de uma calda. Confira os diferentes pontos:


Para a calda fina: use 250 g de açúcar para 1/2 litro de água. Esta calda é indicada para saladas de frutas e frutas cozidas.
Para a calda média: use 250 g de açúcar e 250 ml de água. É ideal para as frutas carameladas.
Para a calda grossa: use 250 g de açúcar e 225 ml de água. É indicada para fazer caramelo.
A questão da temperatura
A temperatura também determina o ponto. O ideal é usar um termômetro, mas, se você não tiver um, use o dedo. Antes, mergulhe-o em água gelada, depois na calda e novamente em água gelada.

Ponto de bala mole (116°C a 118°C): é o primeiro estágio, no qual a calda conserva a forma, mas é macia quando apertada entre o indicador e o polegar.
Ponto de bala dura (125°C): nesta fase a calda forma uma bala firme e flexível, mas pegajosa.
Ponto de crosta mole (134°C): nesta fase a calda fica quebradiça, mas sua textura mole e flexível gruda nos dentes.
Ponto de crosta dura (145°C): neste ponto a calda é quebradiça. Depois deste ponto, o açúcar carameliza rapidamente.
O caramelo usado para caldas ou coberturas forma-se quando a calda engrossa além do ponto de crosta dura. Toda a umidade evapora e a calda ganha um tom marrom-escuro. O caramelo fino tem gosto suave, o médio é dourado-escuro e tem gosto de nozes. Não cozinhe acima de 190°C ou então o caramelo queimará, resultando em um gosto amargo.

Usando o caramelo e as caldas:

Para fazer pralinas (amêndoas confeitadas), faça uma calda e deixe ferver até obter uma cor caramelo-escuro. Junte um pouco de amêndoas sem pele torradas, despeje a mistura numa fôrma levemente untada com manteiga e deixe esfriar e endurecer. Em seguida, esmague as pralinas e use-as para decorar bolos ou enriquecer sobremesas.
Use caramelo para cobrir frutas e servir com bolos ou sorvetes. Para isso, despeje o caramelo sobre laranjas descascadas e cortadas em fatias ou em gomos. Se preferir, use uma outra fruta de sua preferência. Espere esfriar e guarde na geladeira.
Prepare um caramelo tradicional, retire do fogo e misture creme de leite. Sirva quente ou frio com bolos, sorvetes, salada de frutas e panquecas.


Esperimente esta receita!

Pudim de claras

INGREDIENTES:

* 8 claras de ovo
* 16 colheres de sopa de açúcar refinado

MODO DE PREPARO:

1. Coloque as claras numa tigela e bata na batedeira até ficarem bem firmes.

2. Vá colocando o açúcar aos poucos, batendo muito bem entre cada adição.

3. Depois de acrescentado todo o açúcar, continue batendo por mais 5 minutos.

4. O suspiro deve ficar bem duro.

5. Coloque o suspiro dentro de uma forma previamente caramelada.

6. Coloque a forma dentro de uma assadeira com um pouco de água.

7. Leve em banho-maria em temperatura baixa (120º graus) por cerca de 30 minutos.

8. O pudim deve estar dourado por cima.

9. Retire do forno e deixe ficar morno.

10. Coloque um prato por cima da forma e vire de uma vez.

11. Levante a forma delicadamente para o pudim ir "caindo" aos poucos.

12. É importante não desenformar o pudim quente, pois pode quebrar.

13. Também não deve estar frio, pois pode não sair da forma.

14. Uso essa receita quando faço fios de ovos, pois as claras que sobram, nunca se têm o que fazer com elas.

15. Caso tenha mais claras de ovos, vá dobrando o açúcar proporcionalmente, ou faça mais pudins.

calda de caramelo
INGREDIENTES:

* 10 colheres de açúcar
* 1 copo de água quente

Molhos MODO DE PREPARO:

1. Em uma panela larga e com cabo, adicione o açúcar e leve ao fogo médio.

2. Vá aos poucos mexendo a panela em movimentos circulares sobre o fogo até derreter o açúcar.

3. Adicione a água quente aos poucos, e mantenha no fogo até formar um caramelo que se desprenda do fundo da panela.

4. Deixe esfriar.

Enviar um comentário